Indman Ruana Lima Queiroz (UEFS)

Título: FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE QUÍMICA NA UESC: UM OLHAR PARA A PRÁTICA COMO COMPONENTE CURRICULAR
 
Discente: Indman Ruana Lima Queiroz
Orientador: José Luis de Paula Barros Silva
Coorientadora: Elisa Prestes Massena(UESC)
 
Resumo: A Prática como Componente Curricular (PCC) deve ser planejada no momento da construção do projeto pedagógico, sendo indicado que esteja presente durante todo o processo formativo, tendo uma carga horária definida de 400 horas (BRASIL, 2002). Entretanto, a forma como a PCC pode ser adicionada e organizada nas matrizes curriculares dos cursos de licenciatura ficou a critério de cada IES, que mediante a realidade e autonomia reconfiguram seus currículos. Sendo assim, a PCC tanto pode ter seu espaço exclusivo em disciplinas, como pode ser inserida em disciplinas específicas ou pedagógicas, por exemplo. De acordo com o Projeto Acadêmico Curricular (PAC) do Curso de Licenciatura em Química (CLQ) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), adotou a inserção da PCC em disciplinas específicas e pedagógicas. Entretanto, foi verificado por MELO (2018) que a PCC não tem sido realizada no CLQ do modo como está proposto no PAC. Surge neste contexto, o seguinte problema: quais as possibilidades de realização da PCC conforme proposto no PAC do curso de Licenciatura em Química da UESC? Para buscar respostas a este questionamento, a presente pesquisa terá como objetivo, identificar possibilidades de realização da PCC conforme proposto no PAC do CLQ da UESC. Nesse sentido, adotaremos o método qualitativo e realizaremos uma pesquisa empírica do tipo compreensiva. Em análise documental, a partir do PAC e de resoluções da instituição, investigaremos a história do curso e da inserção da PCC no mesmo. Realizaremos uma entrevista semi estruturada com os formadores que ministraram disciplinas que contemplam a carga horária referente a PCC no curso. Além disso, realizaremos um grupo focal com licenciandos. A partir desta pesquisa esperamos indicar possibilidades de mudanças para o curso, além de subsidiar discussões em outros contextos.