Micheli Ferreira Fonsêca Rocha

Título:EDUCAÇÃO MUSEAL E DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA: UMA INVESTIGAÇÃO NO NÚCLEO DE OFIOLOGIA E ANIMAIS PEÇONHENTOS DA BAHIA
 
Discente: Micheli Ferreira Fonsêca Rocha
Orientador(a):Rejâne Lira da Silva
Debatedor(a): A definir
 
Resumo: Os museus de ciências são importantes espaços de divulgação cientifica que utiliza atividades não-formais para receber diferentes públicos visitantes e são reconhecidos como espaços significativos na produção do conhecimento. A popularização dos museus ao longo do tempo, tem provocado um intenso esforço por parte dos profissionais de educação nestes espaços em transformar as ações educativas de forma a atrair, estimular e interagir com os visitantes. Diante deste cenário faz se necessário discutir a educação museal compreendendo a produção das ações dos museus de ciências, na transposição do conhecimento exposto e os impactos deste saber para os diferentes públicos. O Núcleo de Ofiologia e Animais Peçonhentos da Universidade Federal da Bahia (NOAP/UFBA), em 2008, foi reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN) como um museu de ciências, que tem suas ações educativas como parte do projeto de extensão universitária Rede de Zoologia Interativa (REDEZOO), um programa de produção de conhecimento, popularização da Ciência e do ensino de Zoologia, através de exposições de longa duração e itinerantes, como espaço de educação não formal, que será o objeto de estudo deste trabalho. O NOAP/UFBA atua buscando uma reflexão por parte do público, sobre mitos e conceitos relativos aos animais peçonhentos, cujos acidentes foram reconhecidos pela Organização Mundial da Saúde em 2010, como doença tropical negligenciada, com alta incidência e letalidade no Brasil. O objetivo desta pesquisa é compreender as atividades desenvolvidas pelo setor educativo do NOAP/UFBA, buscando atender a Política Nacional de Educação Museal, por meio das ações educativas desenvolvidas pelo projeto REDEZOO nos campos da museografia. Serão utilizados procedimentos metodológicos qualitativos, através de entrevistas e observação, que auxiliará na compreensão do que propõe a pesquisa e em proporcionar um panorama da dinâmica existente do ponto de vista educativo do museu em consonância com a Política Nacional de Educação Museal.