Carolina Santos Bonfim

Título:INVESTIGANDO AS CONCEPÇÕES DE NATUREZA DA CIÊNCIA DE DISCENTES CEGOS/AS DO ENSINO SUPERIOR 
 
Discente:Carolina Santos Bonfim 
Orientador(a):Nelson Rui Ribas Bejarano
Coorientador(a): Bárbara Carine Soares Pinheiro
Debatedor(a): A definir
 
Resumo:Em virtude da importância que as concepções de NOS (Natureof Science), pt. Natureza da Ciência (NdC) exercem nas pesquisas da área de Ensino de Ciências, esse estudo propõe-se a investigar tais concepções dos/as alunos/as cegos/as do Ensino Superior. O exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoas com deficiência é assegurado pelo Art. 1ª da Lei Brasileira da Inclusão (LBI; Lei n. 13.146/2015). Em se tratando da cegueira, é uma questão de reparação social fazer com que estudantes cegos tenham uma educação de qualidade. No que tange o Ensino de Ciências, é necessário promover a aquisição significativa dos conceitos científicos por esses estudantes, a partir da apropriação da linguagem científica e da compreensão de seus níveis de abordagens. O status ao qual é promovida a observação e o uso dos órgãos dos sentidos lhes confere uma situação privilegiada, dita como fundamental para a produção do conhecimento científico. Nesse contexto, investigar as possíveis concepções sobre a NdC é primordial para entender questões ligadas ao ensino e aprendizagem dos alunos cegos. Além disso, analisar como o educando cego depreende a dependência da visão na assimilação do conhecimento científico. De modo a entender a própria Natureza da Ciência pois, refletir epistemologicamente inclui, além de compreender e conscientizar-se, exercer um olhar crítico sobre o conhecimento. Assim, optamos por uma investigação empírica qualitativa através da elaboração e validação de um instrumento que converta as discussões que norteiam a NdC em questionamentos e da aplicação deste em entrevistas semiestruturadas, possibilitando oportunidades de oitiva particular dos discentes cegos e suas perspectivas de necessidades. Isto pode implicar numa inclusão de fato no meio científico através do fomento do Ensino de Ciências adequado a este público.